Banco do Brasil emite alerta em massa sobre perdão de dívidas

Saiba como aproveitar a oferta e impulsionar o seu empreendimento

Na última terça-feira (4), o Banco do Brasil (BB) anunciou uma ótima notícia para micro e pequenos empresários: a instituição bancária está oferecendo a possibilidade de renegociação de dívidas para aqueles que utilizaram os recursos do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) e enfrentaram dificuldades para honrar os compromissos financeiros.

A medida faz parte do programa Acredita, desenvolvido pelo Federal e que consiste em facilitar a vida do empresário, permitindo que retomem suas atividades sem o peso de dívidas insustentáveis. Para que você fique por dentro de todos os detalhes, continue a leitura para mais informações.

BB oferece condições especiais para renegociação de débitos

Primeiramente, vale destacar que o Pronampe é uma iniciativa governamental crucial no apoio às empresas de menor porte durante os períodos de crise econômica, como a pandemia de COVID-19 e as enchentes do Rio Grande do Sul (RS), por exemplo.

No entanto, a incapacidade de pagamento desses empréstimos trouxe desafios adicionais para esses empreendedores brasileiros. Logo, a renegociação surge como um fôlego para estes negócios, evitando falências e promovendo uma economia mais forte.

Sendo assim, o BB estabeleceu termos favoráveis para a renegociação. Entre as vantagens que mais se destacam, estão as taxas diferenciadas, o parcelamento do saldo devedor, bem como a possibilidade de obter descontos de até 90% nas dívidas. Essas condições são parte de um esforço integrado do Governo Federal para sustentar a atividade empresarial em terras brasileiras.

Funcionamento do Fundo Garantidor de Operações

O Fundo Garantidor de Operações (FGO) é outra ferramenta que desempenha um papel vital neste processo, visto que o mecanismo que permite a implantação de tais renegociações. O FGO, resumidamente, assegura as operações de crédito sob o Pronampe, proporcionando maior segurança tanto para as instituições financeiras quanto para os empresários.

Na prática, se uma companhia não consegue pagar seu empréstimo solicitado, o FGO entra com o recurso necessário. Recentemente, regulamentações específicas foram ajustadas para facilitar ainda mais o acesso a esses benefícios, com o BB sendo um dos principais agentes operadores desta iniciativa.

Como participar do programa

Com tudo isso em mente, abaixo, você confere como participar da renegociação e desfrutar de todos os benefícios prometidos:

  • 1. Verifique se o seu empreendimento se qualifica sob os critérios do Pronampe;
  • 2. Entre em contato com uma agência do Banco do Brasil;
  • 3. Solicite uma avaliação para renegociação baseada nas novas regras do FGO;
  • 4. Prepare-se para apresentar a documentação necessária que comprove a necessidade de renegociação.

Desenrola Pequenos Negócios

Em outra frente, BB já negociou R$ 500 milhões em dívidas por meio do Desenrola Pequenos Negócios. Vale lembrar que o programa foi iniciado no dia 13 de maio, sendo voltado para a regularização de débitos bancários de microempreendedores individuais (MEIs), além de micro e pequenas empresas. O faturamento anual bruto desses negócios deve ser de até R$ 4,8 milhões.

A instituição financeira afirma que oferece desconto de até 20% nas taxas de juros de até 120 meses e de até 96% para liquidação à vista de operações inadimplentes. As condições são voltadas aos correntistas pessoa jurídica que se enquadram nas regras do Desenrola Pequenos Negócios. No ano passado, o BB renegociou mais de R$ 7 bilhões para mais de 80 mil pequenas companhias.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.