2º lote de restituição de Imposto de Renda tem datas confirmadas; consulte

Veja se você está na lista de contribuintes que receberão os recursos prometidos pela Receita Federal

Iniciado no dia 31 de maio, o pagamento da restituição do Imposto de Renda (IR) de 2024 está sendo liberado em lotes pela Receita Federal. Dessa forma, os contribuintes que ainda não foram contemplados durante a primeira etapa de distribuição poderão ter acesso aos recursos em breve.

Assim como nos anos anteriores, a Receita Federal dividiu o pagamento em grupos prioritários. Ou seja, os cidadãos que fazem parte dos grupos têm maiores chances de receber os recursos ainda durante as primeiras liberações, com os demais recebendo os valores logo em sequência.

Grupos que terão prioridade no repasse da restituição do IR

  • 1º grupo: idosos com idade igual ou superior a 80 anos; 
  • 2º grupo: idosos com idade igual ou superior a 60 anos, pessoas com deficiência ou com moléstia grave;
  • 3º grupo: contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério;
  • 4º grupo: recentemente, a Receita Federal incluiu um novo grupo prioritário na listagem. Ele é composto por contribuintes que residem no estado do Rio Grande do Sul em municípios que foram afetados pelas chuvas;
  • 5º grupo: por fim, os cidadãos que utilizaram a declaração pré-preenchida ou optaram por receber a restituição do IR via PIX.

Datas de pagamento

  • 1º lote – pagamento no dia 31 de maio de 2024;
  • 2º lote – pagamento no dia 28 de junho de 2024;
  • 3º lote – pagamento no dia 31 de julho de 2024;
  • 4º lote – pagamento no dia 30 de agosto de 2024;
  • 5º lote – pagamento no dia 30 de setembro de 2024.

Liberação dos lotes residuais do IR 2024

  • 1º lote residual – pagamento no dia 31 de outubro de 2024;
  • 2º lote residual – pagamento no dia 29 de novembro de 2024;
  • 3º lote residual – pagamento no dia 31 de dezembro 2024;
  • 4º lote residual – pagamento no dia 31 de janeiro de 2025;
  • 5º lote residual – pagamento no dia 28 de fevereiro de 2025.

Atrasos geram confusão entre contribuintes

Cinco dias após a data marcada para o pagamento do 1º lote da restituição do IR, a Caixa Econômica Federal (CEF) ainda não esclareceu, de forma oficial, o motivo para o atraso no envio dos valores aos contribuintes em todo território nacional.

No dia 31 de maio, cerca de 5,5 milhões de brasileiros incluídos neste lote inicial aguardavam que o dinheiro caísse na conta. No entanto, nem todos foram contemplados, principalmente clientes do banco estatal, gerando uma série de reclamações nas redes sociais e nos canais de atendimento da instituição financeira. Por outro lado, quem recebeu em atraso afirma que a restituição não caiu com a correção dos juros diante da taxa Selic, o que gerou nova indignação.

Na última terça-feira (4), após quatro dias de atraso, as reclamações ainda tomavam conta da internet. A CEF, por sua vez, limitou-se a dizer que “o crédito via PIX do 1º lote de restituição do Imposto de Renda está regularizado e disponível em conta para a maioria dos clientes”, citando estar focado em resolver os casos residuais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.