Amigo de Robinho citado em processo de estupro trabalha no Instituto Neymar

O caso envolvendo Robinho que culminou em sua condenação na Itália por estupro coletivo tem repercussões que alcançam indivíduos ligados ao ex-futebolista. Um desses nomes é Fábio Galan, que além de ser próximo de Robinho, está igualmente associado ao Instituto Neymar Jr.

Segundo investigações, Galan, juntamente com outros indivíduos, teria participado do fornecimento de álibis e desdobramentos relacionados ao episódio condenatório que ocorreu em 2013. Galan, no entanto, ainda não foi julgado, com complicadores surgidos a partir de sua localização pendente pela Justiça italiana.

Quem é Fábio Galan

Fábio Galan é conhecido por sua carreira como professor de educação física e pela ligação com o Instituto Neymar Jr., onde atua desde 2015. A denúncia do Ministério Público italiano detalha uma situação cuja gravidade não pode ser subestimada. Segundo os documentos, Galan e outros envolvidos teriam abusado sexualmente de uma vítima, forçando-a à prática de sexo oral e vaginal.

O Instituto Neymar Jr., fundado pela mãe de Neymar, Nadine Gonçalves, se posicionou quanto ao episódio. A entidade afirmou que atualizou todas as certidões de Galan, atestando que não há processos criminais contra ele em trâmite no Brasil. No entanto, isso não encerra o questionamento sobre a conduta fora do país.

As críticas e acusações publicadas exacerbam a pressão sobre Galan e o Instituto Neymar Jr. Por enquanto, a situação de Galan permanece influenciando sua carreira e atividades no Instituto.

Robinho preso

O ex-jogador Robinho cumpre pena de nove anos por crime de estupro e está custodiado na Penitenciária 2 de Tremembé. O ex-atleta foi detido após a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidir que ele cumpra a pena pelo crime de estupro coletivo cometido na Itália em 2013. A condenação foi confirmada por um tribunal de apelações em 2020 e validada pela Suprema Corte da Itália em 2022. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.