7 parcelas do Bolsa Família com pagamento de R$ 6.650 para estas famílias

O Bolsa Família continua sendo um dos programas mais significativos para milhões de famílias de baixa renda no Brasil. Em 2024, o programa se prepara para distribuir mais de R$ 6.650,00, divididos em sete parcelas ao longo do ano, garantindo suporte financeiro essencial para essas famílias.

Este benefício é essencial não apenas para atender às necessidades básicas, mas também para garantir que cada família possa planejar um futuro melhor através de um apoio financeiro estável. 

Para quem ainda não está familiarizado, o Bolsa Família realiza depósitos mensais diretamente em uma conta de poupança social, operada pelo Caixa Tem. Cada família precisa baixar o aplicativo, disponível para Android e iOS, para gerir seus recursos e realizar pagamentos e transferências. As famílias que fazem parte do programa também têm direito a recursos adicionais, dependendo de sua composição e necessidades específicas.

Veja quais são os benefícios adicionais do Bolsa Família:

  • Benefício de Renda de Cidadania: adiciona R$ 142 por membro da família;
  • Benefício Complementar: complementa o pagamento para famílias que não alcançam R$ 600 com outros benefícios;
  • Benefício Primeira Infância: libera R$ 150 mensais para cada criança de zero a sete anos;
  • Benefício Variável Familiar: oferece uma parcela extra de R$ 50 para gestantes e jovens de 7 a 18 anos;
  • Benefício Variável Familiar Nutriz: disponibiliza um valor adicional de R$ 50 para menores até sete meses de idade.

Calendário do Bolsa Família de junho

Os pagamentos do Bolsa Família são planejados conforme o final do Número de Identificação Social (NIS). Confira as datas previstas para junho:

  • NIS final 1: 17 de junho;
  • NIS final 2: 18 de junho;
  • NIS final 3: 19 de junho;
  • NIS final 4: 20 de junho;
  • NIS final 5: 21 de junho;
  • NIS final 6: 24 de junho (antecipado para 22 de junho);
  • NIS final 7: 25 de junho;
  • NIS final 8: 26 de junho;
  • NIS final 9: 27 de junho;
  • NIS final 0: 28 de junho.

Benefício Extraordinário de Transição

Até maio de 2025, o Bolsa Família garante o Benefício Extraordinário de Transição. Esse apoio adicional assegura que nenhum beneficiário receba menos do que o valor anteriormente disponível pelo Auxílio Brasil. Essa medida é fundamental para garantir que a transição entre os programas não prejudique as famílias envolvidas.

É importante lembrar as obrigações das famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família. Elas devem cumprir condições nas áreas de saúde e educação, tais como: 

  • Frequência escolar para crianças e adolescentes de 4 a 17 anos; 
  • Acompanhamento pré-natal para gestantes; 
  • Monitoramento nutricional (peso e altura) de crianças de até sete anos; 
  • Adesão ao calendário nacional de vacinação.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.