O que está acontecendo? Apple será destronada em mais um ranking

O mercado tecnológico vem passando por uma série de transformações; entenda

Com a Microsoft assumindo o posto de empresa mais valiosa do planeta, a Apple, ao que tudo indica, também deve ser superada pela Nvidia, que segue na cola da companhia fundada por Steve Jobs. Segundo a Reuters, uma das principais agências de notícias da atualidade, graças aos avanços no campo da Inteligência Artificial (IA), a dependência de processadores mais potentes fez com que a fabricante de chips vivesse uma escalada, impulsionando o valor da marca em tempo recorde, conforme avaliação de especialistas.

Logo, devido a dependência de praticamente todos os aplicativos de (IA), como ChatGPT da OpenAI, na Nvidia, ajudaram as ações da big tech a quase triplicarem seu valor em 2023, indo para US$ 2,7 trilhões este ano. Inclusive, recentemente, ao divulgar seu relatório trimestral e aquecer o mercado, a fabricante de chips alcançou os US$ 2,8 trilhões pela primeira vez em sua história — “apenas” US$ 100 bilhões atrás da Apple, que atualmente vale US$ 2,9 trilhões.

Em outras palavras, a Nvidia superou as expectativas no último trimestre e teve saldo de mais de 600% em lucro. Vale lembrar que a criadora do iPhone tem sido a maior companhia de Wall Street em valor de mercado dos últimos anos, no entanto, isso pode mudar, visto que a fabricante chips se tornou a empresa mais rápida a crescer US$ 1 trilhão para US$ 2 trilhões em 2024, ultrapassando nomes como a Amazon e a Alphabet (dona do Google).

Além disso, cabe mencionar que a ascensão da Nvidia ocorre enquanto a Apple está em baixa com a venda dos smartphones, em especial na China, onde há uma maior concentração de consumidores da marca. Quando o assunto é tecnologia, os chineses servem como uma espécie de parâmetro global, visto que a nação asiática figura como o principal mercado do mundo.

Valorização no mercado

À Reuters, Brian Mulberry, especialista da Zacks Investment, destacou que é notável a Apple ter sido relevante por tanto tempo, especialmente na frente de crescimento e inovação. Porém, na visão do analista, ao que tudo indica, “a curva e de evolução da empresa da maçã parece ter se achatado”, evidenciando um crescimento futuro mais lento.

Por outro lado, a Nvidia conseguiu captar onda após onda de crescimento. Começando com a demanda por jogos, depois com criptografia e agora com IA, eles conseguiram combinar perfeitamente a inovação com a demanda e isso equivale a um crescimento explosivo“, pontuou Mulberry (via Reuters).

Segundo a análise de dados da Reuters do Trade Alert, a última quinta-feira (30) marcou a 5ª sessão consecutiva com mais de um milhão de compra por ações da Nvidia, sendo a mais longa sequência desse tipo na história das ações de Wall Street. Cabe destacar que, até o início de maio, antes de divulgar seus ganhos e expectativas financeiras, a fabricante de chips marcava um valor de mercado de US$ 2,5 trilhões.

Na última semana, a Nvidia bateu os US$ 2,8 trilhões e, até o fechamento desta matéria, estabilizou em US$ 2,7 trilhões. Caso siga nesse ritmo, a big tech deve ultrapassar a Apple muito em breve. Logo, resta aguardar os próximos desdobramentos no mercado tecnológico.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.