Lista de 15 doenças que liberam aposentadoria antes do tempo

Uma das alternativas para trabalhadores que enfrentam desafios de saúde severos é a aposentadoria por invalidez. Este benefício é crucial para aqueles que se veem incapazes de continuar trabalhando devido a condições médicas graves ou acidentes. O governo oferece a aposentadoria por invalidez como uma salvaguarda financeira aos trabalhadores incapacitados.

A incapacidade precisa ser comprovada através de uma perícia médica meticulosa realizada por especialistas do INSS. Essa avaliação determinará se o indivíduo realmente não pode desempenhar suas funções devido à severidade de sua condição médica.

Para ser elegível à aposentadoria por invalidez, o trabalhador deve primeiramente comprovar, por meio de avaliação realizada no INSS, que sua condição de saúde é não apenas grave, mas também permanente, tornando-o incapaz de exercer quaisquer atividades laborais. Além disso, é necessário que haja pelo menos 12 meses de contribuição previdenciária, exceto em casos de doenças especificadas por lei ou acidentes de trabalho.

Veja quais doenças permitem aposentadoria por invalidez sem a carência de contribuições:

  • Doença de Parkinson
  • Tuberculose ativa
  • Alienação mental
  • Cegueira
  • Nefropatia grave
  • Síndrome da deficiência imunológica adquirida (AIDS)
  • Esclerose múltipla
  • Hanseníase
  • Hepatopatia grave
  • Espondiloartrose anquilosante
  • Estado avançado de osteíte deformante (doença de Paget)
  • Paralisia incapacitante e irreversível
  • Neoplastia grave
  • Cardiopatia grave
  • Contaminação por radiação

Além dessas doenças pré-estabelecidas, casos resultantes de acidentes de qualquer natureza ou condições advindas do ambiente de trabalho também podem dispensar a carência na contribuição para a aposentadoria por invalidez.

Como solicitar a aposentadoria por invalidez

O primeiro passo para solicitar esse benefício é acessar o site ou aplicativo Meu INSS e iniciar o processo. Será necessário preparar toda a documentação que comprove sua condição médica, além de verificar se suas contribuições à previdência estão regulares. Após o envio dessas informações, o INSS realizará uma análise documental e médica. Caso seja aprovado, o beneficiário será instruído sobre as formas de recebimento do benefício.

A aposentadoria por invalidez, embora um alívio, é um direito adquirido por aqueles que, infelizmente, são atingidos por adversidades que inviabilizam a continuação de suas atividades laborais. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.