Bolsa Família JUNHO: Lula confirma Pix de R$ 900 para quem tiver estes NIS

Veja a lista de cidadãos que vão receber um aumento no pagamento deste mês

Dentro dos próximos dias, o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), por meio da Caixa Econômica Federal (CEF), começa os pagamentos que competem ao Bolsa Família de junho, contemplando mais de 20 milhões de cidadãos em situação de vulnerabilidade social e econômica com R$ 600 por mês. No entanto, certos beneficiários podem receber até R$ 900, contando que atendam alguns requisitos.

Isso porque, desde março de 2023, o programa de transferência de renda tem liberado recursos adicionais, visando atender especificamente às necessidades de cada família contemplada. No entanto, é preciso estar com os dados passados ao Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) atualizados. Dito isso, nas próximas linhas, saiba quais são os benefícios extras concedidos pelo Bolsa Família:

Valores adicionais de junho

  • 1. Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por membro da unidade familiar;
  • 2. Benefício Complementar (BCO): valor adicional destinado a famílias cuja soma dos benefícios não atinja o valor mínimo de R$ 600;
  • 3. Benefício Primeira Infância (BPI): acréscimo de R$ 150 por criança de zero a sete anos;
  • 4. Benefício Variável Familiar (BVF): adicional de R$ 50 para gestantes e jovens de sete a 18 anos;
  • 5. Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): suplemento de R$ 50 para cada integrante com até sete meses de idade (nutriz);
  • 6. Benefício Extraordinário de Transição (BET): acionado em circunstâncias específicas até maio de do ano que vem, com o propósito de assegurar que nenhum beneficiário receba quantia inferior à concedida no programa anterior (Auxílio Brasil).
  • 7. Auxílio Gás: liberado a cada dois meses, o recurso concede, em média, R$ 108 para os beneficiários do Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Como podemos observar, para alcançar o montante prometido no Bolsa Família de junho, o núcleo familiar deve possuir duas crianças de até sete anos. Ao somar o piso de R$ 600 com mais duas parcelas do BPI (totalizando R$ 300), a pensão chegará a R$ 900. Vale ressaltar que os benefícios são liberados apenas para aqueles que estão com o CadÚnico atualizado e com as condicionalidades ligadas à saúde e à educação em dia.

Cronograma de repasses do Bolsa Família

Com tudo isso em mente, é hora de conferir quando os recursos do programa social serão feitos pela CEF. Mas antes, vale lembrar que os pagamentos são feitos de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada segurado. Portanto, a ordem ficou estabelecida da seguinte forma:

  • Beneficiários com NIS terminado em 1: depósito no dia 17 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 2: depósito no dia 18 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 3: depósito no dia 19 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 4: depósito no dia 20 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 5: depósito no dia 21 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 6: depósito no dia 24 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 7: depósito no dia 25 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 8: depósito no dia 26 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 9: depósito no dia 27 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 0: depósito no dia 28 de junho.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.