Você pode ganhar uma bolada de dinheiro com estas moedas valiosas

Veja a lista de exemplares que valem uma boa grana no mercado especializado

A numismática, o estudo e a coleção de moedas, revela um universo fascinante no qual pequenos itens de metal podem valer valores astronômicos. Geralmente, esses exemplares passam despercebidos em nosso cotidiano. No entanto, para os olhos atentos de um colecionador, podem representar verdadeiras fortunas.

Em terras brasileiras, algumas moedas de R$ 1,00, devido à sua raridade e peculiaridades, tornaram-se extremamente valiosas, chegando a valer milhares de vezes o seu valor cunhado. Com tudo isso em mente, a seguir, confira quais itens são extremamente cobiçados e o motivo deles serem considerados raros.

Características únicas

Para que uma moeda alcance valores elevados no mercado de colecionadores, diversos fatores são considerados. Entre eles:

  • 1. Raridade: a quantidade de moedas em circulação é um dos principais determinantes do seu valor. Sendo assim, quanto menor a tiragem, maior a raridade e, consequentemente, o valor. Moedas comemorativas e edições especiais geralmente têm tiragens limitadas, aumentando sua raridade;
  • 2. Estado de conservação: moedas bem conservadas, especialmente aquelas em estado “Flor de Cunho” (que nunca circularam), são altamente valorizadas. Existem três principais categorias de conservação:
    • MBC (muito bem conservada): mantém 70% dos detalhes originais e menos de 20% de desgaste;
    • Soberba: apresenta 90% dos detalhes originais e teve pouca circulação;
    • Flor de cunho: todas as características originais intactas e nunca circulou.
  • 3. Erros de cunhagem: moedas com erros de fabricação, como cunhagem dupla ou cunhos descentralizados, são extremamente raras e procuradas, pois cada exemplar é único;
  • 4. Demanda: procura dos numismatas por determinadas moedas pode aumentar significativamente seu valor. Moedas com histórias interessantes ou que comemoram eventos importantes tendem a ser mais desejadas.

As moedas colecionáveis mais valiosas do Brasil

  • 1. Moeda de Declaração Universal dos Direitos Humanos (1998): comemorativa do cinquentenário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, esta moeda pode valer entre R$ 600 e R$ 1.100, devido à sua tiragem limitada de apenas 600 mil unidades;
  • 2. Moedas da bandeira dos Jogos Olímpicos (2012): esta moeda marca a passagem dos Jogos Olímpicos de Londres (2012) para o Rio de Janeiro (2016). No estado Flor de Cunho, seu valor pode ultrapassar R$ 350, graças à tiragem limitada de 2 milhões de unidades;
  • 3. Moeda de R$ 1,00 de 1999: apesar de não ser comemorativa, esta moeda possui uma tiragem baixa, com apenas 3,84 milhões de unidades produzidas. Um exemplar bem conservado pode valer mais de R$ 300, tornando-o uma das mais procuradas pelos colecionadores;
  • 4. Moeda comemorativa ao 40º aniversário do Banco Central (BC): esta moeda celebra os 40 anos da autarquia monetária brasileira e pode ser encontrada por mais de R$ 30, devido à sua importância histórica e tiragem limitada;
  • 5. Moeda comemorativa do centenário de Juscelino Kubitschek (2002): Em homenagem aos 100 anos de Juscelino Kubitschek, esta moeda, em estado Flor de Cunho, pode valer mais de R$ 20. Lançada com 50 milhões de unidades, ela tem alta procura devido à figura histórica do ex-presidente brasileiro;
  • 6. Moeda das Olimpíadas de 2016: esta série inclui 16 moedas representando diferentes modalidades esportivas. As moedas dos mascotes Tom e Vinicius podem chegar a R$ 30, com tiragem de 20 milhões de unidades cada, sendo algumas variantes mais procuradas.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.