Lula anuncia parcela de R$ 1.000 do Bolsa Família para esta lista de CPF

Veja se você será contemplado neste mês de junho pelo programa governamental

Recentemente, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), por meio do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), informou que alguns beneficiários do Bolsa Família podem receber R$ 1.000 no aplicativo do Caixa Tem (disponível para Android e iOS). Isso porque, segundo a pasta, responsável por gerir o programa de transferência de renda, haverá benefícios adicionais neste mês de junho.

No entanto, para recebê-los, é de suma importância estar com todos os dados do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) atualizados, bem como estar cumprindo com as condicionalidades ligadas à saúde e à educação. Estar em desacordo com estas diretrizes pode resultar na suspensão do Bolsa Família. Portanto, atente-se aos detalhes para garantir a continuidade dos pagamentos.

Quais são os benefícios extras do programa social?

Vale lembrar que o Bolsa Família foi reformulado em março de 2023, uma vez que a gestão encabeçada por Jair Messias Bolsonaro (PL) substituiu o programa pelo Auxílio Brasil. Portanto, de lá para cá, o MDS, por meio da Caixa Econômica Federal (CEF), passou a conceder novos recursos, no intuito de sanar as necessidades específicas de cada núcleo familiar. Saiba quais são elas a seguir:

  • 1. Valor base: todos os 20 milhões de segurados do Bolsa Família recebem, no mínimo, R$ 600;
  • 2. Benefício Primeira Infância (BPI): extra de R$ 150 para até duas crianças de zero a sete anos;
  • 3. Benefício Variável Familiar (BVF): adicional de R$ 50 para cada criança ou adolescente entre sete e 18 anos incompletos ou gestantes;
  • 4. Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): acréscimo de R$ 50 para cada integrante com até seis meses de idade (nutriz);
  • 5. Auxílio Gás: pago bimestralmente, o recurso concede, em média, R$ 100. Isso porque ele é calculado a cada seis meses pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Acumulando recursos

Como podemos observar, aqueles com direito a duas parcelas do BPI (R$ 300) e a uma do Auxílio Gás (R$ 100), junto do valor base de R$ 600, vão receber R$ 1.000 no app do Caixa Tem neste mês de junho. Todavia, cabe ressaltar que, para isso, é crucial manter os dados no CadÚnico atualizados. Do contrário, pode haver descontos no benefício e, em casos mais graves, na suspensão do Bolsa Família.

Calendário de pagamentos

Assim como nos outros meses, a ordem dos repasses seguirá um cronograma baseado no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada titular. Porém, vale mencionar que os segurados do Rio Grande do Sul (RS) vão receber os valores antecipadamente, devido às fortes chuvas e tempestades que estão assolando a região gaúcha. Sendo assim, os demais beneficiários devem seguir o calendário previamente estabelecido. Confira:

  • NIS final 1: depósito no dia 17 de junho;
  • NIS final 2: depósito no dia 18 de junho;
  • NIS final 3: depósito no dia 19 de junho;
  • NIS final 4: depósito no dia 20 de junho;
  • NIS final 5: depósito no dia 21 de junho;
  • NIS final 6: depósito no dia 24 de junho;
  • NIS final 7: depósito no dia 25 de junho;
  • NIS final 8: depósito no dia 26 de junho;
  • NIS final 9: depósito no dia 27 de junho;
  • NIS final 0: depósito no dia 28 de junho.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.