Grupo do Caixa Tem terá direito a valor extraordinário em junho

Por meio do app, é possível consultar a sua situação e saber se o montante será depositado

Caso tenha trabalhado de carteira assinada durante o ano de 2022, é importante estar atento às normas para o recebimento do abono salarial em 2024. Para ser elegível ao benefício, você deve ter atuado por, no mínimo, 30 dias com remuneração que não exceda dois salários mínimos por mês.

Além disso, é preciso estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados corretamente registrados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e no eSocial. Ao atender todos esses requisitos, o trabalhador fica apto a receber o montante.

Cronograma de pagamento do PIS/Pasep 2024

O repasse do abono salarial neste ano acontecerá de acordo com o mês de nascimento dos trabalhadores, ajudando na distribuição organizada e eficiente do recurso tanto para colaboradores de companhias privadas quanto para servidores públicos. Confira as datas importantes:

  • Trabalhadores nascidos em janeiro: a partir de 15 de fevereiro de 2024;
  • Trabalhadores nascidos em fevereiro: a partir de 15 de março de 2024.
  • Trabalhadores nascidos em março: a partir de 15 de abril de 2024;
  • Trabalhadores nascidos em abril: a partir de 15 de abril de 2024.
  • Trabalhadores nascidos em maio: a partir do dia 15 de maio de 2024;
  • Trabalhadores nascidos em junho: a partir de 15 de maio de 2024;
  • Trabalhadores nascidos em julho: a partir de 17 de junho de 2024;
  • Trabalhadores nascidos em agosto: a partir de 17 de julho de 2024;
  • Trabalhadores nascidos em setembro: a partir do dia 15 de agosto de 2024;
  • Trabalhadores nascidos em outubro: a partir de 15 de agosto de 2024;
  • Trabalhadores nascidos em novembro: a partir de 15 de setembro de 2024;
  • Trabalhadores nascidos em dezembro: a partir de 15 de setembro de 2024.

Tabela de valores do abono salarial

Cabe mencionar que o valor do abono do PIS/Pasep é proporcional ao tempo de serviço do trabalhador no ano-base considerado. Para o ano de 2022, o cálculo é realizado com base no salário mínimo vigente, sendo a quantia mínima concedida para quem trabalhou por um mês e o valor máximo para aqueles que trabalharam o ano inteiro. Confira:

  • 1 mês trabalhado – R$ 117,67;
  • 2 meses trabalhados – R$ 235,33;
  • 3 meses trabalhados – R$ 353,00;
  • 4 meses trabalhados – R$ 470,65;
  • 5 meses trabalhados – R$ 588,32;
  • 6 meses trabalhados – R$ 706,00;
  • 7 meses trabalhados – R$ 823,66;
  • 8 meses trabalhados – R$ 941,33;
  • 9 meses trabalhados – R$ 1.059,00;
  • 10 meses trabalhados – R$ 1.176,68;
  • 11 meses trabalhados – R$ 1.294,34;
  • 12 meses trabalhados – R$ 1.412,00.

Consulta ao benefício

Desde o dia 5 de fevereiro deste ano, os trabalhadores podem acessar a Carteira de Trabalho Digital (disponível para Android e iOS) ou o portal Gov.br para verificar a disponibilidade e os valores do abono salarial PIS/Pasep. Este processo é rápido e simples, possibilitando que você se mantenha sempre informado sobre o recebimento do seu benefício.

Passo a passo de como sacar o PIS/Pasep

A retirada do abono salarial pode ser realizado de diversas formas, dependendo da preferência do beneficiário:

  • 1. Utilizando os caixas eletrônicos com o Cartão Cidadão ou Cartão Social do PIS/Pasep;
  • 2. Em agências da Caixa Econômica Federal (CEF);
  • 3. Nas casas lotéricas, mediante apresentação de documentos e do Cartão Cidadão;
  • 4. Por meio do aplicativo Caixa Tem (disponível para Android e iOS), para operações digitais.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.