Saque de R$ 6 mil é autorizado para quem consultar CPF; saiba como

Veja o passo a passo e consulte o benefício ainda hoje

Desde a última semana de abril, os nossos irmãos do Rio Grande do Sul (RS) estão sofrendo com enchentes, ruas alagadas e tempestades. No início de maio, o Governo Federal decretou estado de calamidade pública. Pensando em ajudar financeiramente os moradores afetados pelos desastres naturais, o saque calamidade do Fundo de Garantida do Tempo de Serviço (FGTS) foi liberado.

Vale lembrar que o FGTS foi criado para proporcionar estabilidade financeira aos trabalhadores registrados no regime da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT). O Fundo é formado por depósitos mensais realizados pelos empregadores em uma conta bancária da Caixa Econômica Federal (CEF) ligada ao trabalhador. O repasse mensal, equivalente a 8% sobre o valor do salário do funcionário, é obrigatório e não deve ser descontado do pagamento do colaborador.

Dito isso, cabe destacar que o saque calamidade pode ser feito pelos residentes de áreas impactadas por desastres naturais. Lembrando que o FGTS possui mais de 10 modalidades de retirada, que vão desde o resgate por rescisão ao saque aniversário, aposentadoria, entre outros.

Como consultar o valor do FGTS

A consulta do extrato pelo CPF pode ser feita por meio do aplicativo do FGTS (disponível para Android e iOS). Abaixo, você confere o passo a passo de como realizar o procedimento:

  • 1. Primeiro, acesse o app FGTS em seu celular;
  • 2. Agora, insira o CPF e digite a sua senha numérica;
  • 3. Na página inicial, será exibido o saldo;
  • 4. Toque em “Saldo total” para ver a soma completa de todos os contratos.

Efetuando o saque do benefício

  • 1. Acesse o aplicativo FGTS e faça login;
  • 2. Na tela inicial, selecione a opção “Meus Saques”;
  • 3. Em seguida, selecione a modalidade de saque que deseja. É importante ler com atenção cada modalidade de saque para entender a que se enquadra exatamente com o seu caso;
  • 4. Siga as instruções exibidas na tela e preencha as informações solicitadas;
  • 5. Confira os dados bancários para realizar a transferência e confirme a operação;
  • 6. Após confirmação, o valor será depositado na conta bancária em alguns dias úteis. 

Documentação necessária para solicitar o saque calamidade

Para solicitar o saque calamidade do FGTS, o trabalhador deverá enviar os seguintes documentos no aplicativo da CEF (também disponível para Android ou IOS):

  • 1. Comprovante de residência em nome do trabalhador (conta de luz, água, telefone, gás, extratos bancários, carnês de pagamentos, dentre outros), emitido nos últimos 120 dias anteriores à decretação da emergência ou calamidade havida em decorrência de desastre natural. Caso não tenha comprovante de endereço, o trabalhador poderá apresentar declaração de próprio punho contendo nome completo, CPF, data de nascimento, endereço residencial completo, incluindo CEP;
  • 2. Certidão de Casamento ou Escritura Pública de União Estável, caso o comprovante de residência esteja em nome de cônjuge ou companheiro(a).
  • 3. Documento de identificação do trabalhador ou diretor não empregado;
  • 4. CPF;
  • 5. Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) física ou CTPS Digital ou qualquer outro documento que comprove o vínculo empregatício — apenas em caso de atendimento presencial na agência bancária.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.