Moradores deste local têm direito a saque calamidade de R$ 6.220

Boas notícias chegam para os moradores de Caxias do Sul: a Caixa Econômica Federal expandiu a elegibilidade para o saque calamidade do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Inicialmente restrito aos afetados diretos pelas chuvas, agora, todo cidadão da cidade pode aproveitar essa possibilidade de alívio financeiro.

Após o anúncio recente da Caixa, qualquer residente de Caxias do Sul que possua saldo no FGTS está habilitado a realizar o saque. Essa extensão vem em um momento oportuno para diversos cidadãos ainda lidando com as consequências das recentes adversidades climáticas.

Como sacar

A solicitação para o saque é simplificada e totalmente digitalizada. Os moradores devem acessar o aplicativo da Caixa Econômica Federal, disponível em diversas plataformas para smartphones, e executar os passos descritos para efetuar o saque. É vital estar com documentos pessoais e um comprovante de residência atualizado à mão no momento do cadastro.

O limite para retirada está fixado em R$ 6.220 por indivíduo, representando uma ajuda significativa para cobrir despesas emergenciais ou reparos essenciais devido às intempéries. Importante destacar que o valor sacado pode ser utilizado de forma livre pelo beneficiário, seja na reconstrução de imóveis, substituição de mobiliário danificado ou outras necessidades provocadas pela calamidade.

Confira os passos para solicitar o saque:

  1. Baixe o aplicativo da Caixa Econômica Federal;
  2. Cadastre-se utilizando seus dados pessoais;
  3. Organize documentos como RG, CPF e comprovante de endereço;
  4. Siga as orientações para solicitar o saque por calamidade;
  5. Aguarde a análise e liberação dos fundos.

Não há regras específicas quanto ao uso do valor resgatado, permitindo que o beneficiário o utilize de acordo com suas necessidades urgentes, particularmente nas situações decorrentes de calamidade. O cenário atual demanda que os habitantes de Caxias do Sul aproveitem essa oportunidade de auxílio financeiro providenciado pelo FGTS. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.