Novidades do Bolsa Família 2024 para moradores deste estado

Conheça os benefícios adicionais que estão sendo concedidos para esta parcela de segurados

O Bolsa Família é um programa do Governo Federal que tem como objetivo atender os cidadãos que vivem na linha da extrema pobreza, depositando R$ 600 para mais de 20 milhões de famílias, além de adicionais. Em maio deste ano, o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), pasta responsável pela iniciativa, iniciou uma nova fase de pagamentos com diversas atualizações importantes, destinadas especialmente para o Rio Grande do Sul (RS).

Neste sentido, no dia 17 de maio, os beneficiários que residem no Estado gaúcho receberam o pagamento de maneira antecipada. Além disso, foram incluídos 21 mil segurados, totalizando 583 mil famílias contempladas no RS. O compromisso do Governo Federal com o investimento de R$ 380 milhões reforça uma ação direta para fortalecer o suporte aos mais vulneráveis.

Critérios de elegibilidade e inscrição

Para receber os recursos concedidos pelo Bolsa Família, a renda mensal familiar deve ser igual ou menor que R$ 218 por pessoa. No que diz respeito à inscrição, ela deve ser feita em uma unidade do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), onde o interessado será integrado ao Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Uma vez inscrito, é preciso manter os dados passados atualizados e verificar regularmente o status do registro para garantir que o auxílio não seja suspenso.

Bolsa Família: cálculo dos benefícios

Com as modificações realizadas em março do ano passado, o programa de transferência de renda passou a conceder montantes extras por dependente e benefícios específicos por faixa etária das crianças, além de gestantes. A composição da pensão foi pensada para garantir um suporte mais abrangente, visando atender de forma eficaz às necessidades das famílias inscritas na iniciativa assistencial.

Benefícios concedidos

  • 1. Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por membro do núcleo familiar;
  • 2. Benefício Complementar (BCO): valor adicional destinado a famílias cuja soma dos benefícios não atinja o valor mínimo de R$ 600;
  • 3. Benefício Primeira Infância (BPI): acréscimo de R$ 150 para até duas criança de zero a sete anos;
  • 4. Benefício Variável Familiar (BVF): adicional de R$ 50 para gestantes e jovens de sete a 18 anos incompletos;
  • 5. Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): extra de R$ 50 para cada integrante com até sete meses de idade (nutriz);
  • 6. Benefício Extraordinário de Transição (BET): aplicado em circunstâncias específicas até maio do ano que vem, no intuito de garantir que nenhum segurado receba quantia inferior à concedida no programa anterior (Auxílio Brasil).

Os recursos adicionais refletem os constantes esforços e ajustes do Governo Federal para não apenas proporcionar auxílio financeiro, mas também adaptar o programa às mudanças econômicas e sociais que impactam os cidadãos brasileiros. Portanto, fique atento ao cronograma de pagamento — do qual você confere nas próximas linhas — , assegura-se de estar devidamente cadastrado e com os dados atualizados para receber o benefício.

Aplicativo Caixa Tem (disponível para Android e iOS)

Vale lembrar que as famílias contempladas pelo programa podem acessar e movimentar seus recursos por meio do app Caixa Tem, que nada mais é do que uma plataforma segura e fácil de usar, implementada para facilitar o acesso e a gestão dos montantes distribuídos pelo Bolsa Família.

Pagamentos de maio

Assim como aconteceu nos últimos meses, a distribuição dos recursos segue uma ordem baseada no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada titular, garantindo que todos os segurados recebam seu benefício de maneira organizada. Dito isso, confira as datas:

  • Beneficiários com NIS final 1: depósito no dia 17 de maio;
  • Beneficiários com NIS final 2: depósito no dia 20 de maio;
  • Beneficiários com NIS final 3: depósito no dia 21 de maio;
  • Beneficiários com NIS final 4: depósito no dia 22 de maio;
  • Beneficiários com NIS final 5: depósito no dia 23 de maio;
  • Beneficiários com NIS final 6: depósito no dia 24 de maio;
  • Beneficiários com NIS final 7: depósito no dia 27 de maio;
  • Beneficiários com NIS final 8: depósito no dia 28 de maio;
  • Beneficiários com NIS final 9: depósito no dia 29 de maio;
  • Beneficiários com NIS final 0: depósito no dia 31 de maio.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.