INSS convoca todos aposentados que vão receber AUMENTO

A notícia pegou muitos beneficiários de surpresa; confira os detalhes

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem mais do que um salário mínimo podem esperar boas notícias para este ano: com o anúncio de um reajuste considerável nos valores do benefício, muitos cidadãos brasileiros terão uma melhoria notável em sua qualidade de vida por conta dos ajustes financeiros planejados para acompanhar as variações econômicas do Brasil.

Em janeiro de 2024, o INSS aplicará um reajuste de 3,71% aos benefícios, baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) fornecido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse aumento trata-se de uma método para garantir que o poder de compra dos contemplados não seja afetado negativamente pela inflação, mantendo a estabilidade financeira de aposentados e pensionistas.

Novas vantagens a caminho

Uma das vantagens imediatas do novo reajuste é a revisão na tabela do Imposto de Renda (IR) para essa parcela de beneficiários do INSS. Desde o ano passado, rendimentos de até R$ 2.640 estão isentos de IR, o que representa uma vantagem financeira direta no orçamento mensal dessas pessoas. Ou seja, segurados com mais de 65 anos terão ainda uma isenção extra, aumentando o alívio fiscal.

Além disso, o teto máximo para os benefícios do INSS também viu um incremento, sendo ajustado para R$ 7.786,02. Essa medida é fundamental para proteger os rendimentos dos beneficiários contra a inflação e outros fatores econômicos que poderiam diminuir o valor real de suas aposentadorias ou pensões.

Conheça o Meu INSS

O site Meu INSS trata-se de uma ferramenta valiosa para os beneficiários, oferecendo facilidades como agendamento de perícias médicas e revisão de pagamentos. Para acessar, basta criar um cadastro com suas informações pessoais seguindo instruções exibidas na tela e responder a perguntas de segurança para garantir a proteção dos seus dados.

Pagamentos do 13º salário do INSS

Antes de tudo, vale destacar que os repasses são efetuados de acordo com o último algarismo antes do dígito do Número de Identificação Social (NIS). Para facilitar o entendimento, vamos a um exemplo: se o seu NIS é 123456789-0, o número a ser observado é o 9. Dito isso, confira os cronogramas:

Para quem recebe até um salário mínimo

  • Final do NIS 1: depósito no 24 de maio;
  • Final do NIS 2: depósito no 27 de maio;
  • Final do NIS 3: depósito no 28 de maio;
  • Final do NIS 4: depósito no 29 de maio;
  • Final do NIS 5: depósito no 31 de maio;
  • Final do NIS 6: depósito no 3 de junho;
  • Final do NIS 7: depósito no 4 de junho;
  • Final do NIS 8: depósito no 5 de junho;
  • Final do NIS 9: depósito no 6 de junho;
  • Final do NIS 0: depósito no 7 de junho.

Para quem recebe acima do piso nacional

  • Finais do NIS 1 e 6: depósito no 3 de junho;
  • Finais do NIS 2 e 7: depósito no 4 de junho;
  • Finais do NIS 3 e 8: depósito no 5 de junho;
  • Finais do NIS 4 e 9: depósito no 6 de junho;
  • Finais do NIS 5 e 0: depósito no 7 de junho.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.