Moedas de 5 centavos podem ser vendidas por até R$ 700

Diversos colecionadores estão dispostos a pagar uma boa grana pelos exemplares

O universo da numismática vem crescendo cada vez mais no Brasil desde a realização das Olimpíadas, em 2016. Na época, o Banco Central (BC) lançou 17 moedas exclusivas em comemoração ao evento esportivo mundial, e as peças entraram em circulação no país. No entanto, nos dias de hoje, é muito difícil encontrar esses itens, visto que as pessoas preferem guardá-los por serem incomuns e raros.

Em linhas gerais, os numismatas buscam justamente moedas com essas características, cuja aquisição seja bem difícil. Peças que tiveram uma tiragem baixa ou foram fabricadas apenas para alguma data ou evento comemorativo tendem a valer mais em terras brasileiras. Ainda, os colecionadores também procuram modelos que apresentem alguma falha de cunhagem, algo que não deveria acontecer.

O que é a numismática?

Foi isso o que aconteceu com algumas moedas de R$ 0,05, que estão valendo cerca de R$ 700 devido a erros pouco perceptíveis para a população em geral, mas bastante visíveis para os numismatas. Inclusive, vale destacar que a numismática se refere ao estudo, pesquisa e especialização de cédulas, moedas e medalhas sob o ponto de vista histórico, artístico e econômico, bem como ao colecionismo destes itens.

Isso pode parecer loucura em um primeiro momento, até porque cada modelo tem o seu valor definido durante a sua produção. Entretanto, existem pessoas que pagam altas quantias por peças de poucos centavos devido a alguma peculiaridade que o item apresenta.

Neste sentido, as Olimpíadas foram muito importantes para a numismática, pois não atraiu apenas os colecionadores de moedas, mas também apresentou esse universo a pessoas que, até então, não demonstravam muito interesse nesses pequenos objetos metálicos.

Quais são as moedas de R$ 0,05 consideradas raras?

Em nosso país, as moedas de R$ 0,05 não costumam fazer muito sucesso entre os cidadãos brasileiros. Isso porque elas representam o item de menor valor facial em circulação no Brasil, ou seja, não é possível comprar praticamente nada com esse valor. Embora essa seja a realidade geral, alguns itens podem ser bem mais valiosos que apenas troco. 

Em suma, os numismatas chegam a pagar pequenas fortunas por itens específicos, contanto que eles tenham alguma peculiaridade. Esse é o caso de oito moedas de R$ 0,05 que valem muito mais que centavos por causa de um erro encontrado em todas elas. São modelos fabricados entre 1998 e 2004, há mais de duas décadas, e não é muito fácil encontrá-los em circulação no país devido à sua antiguidade.

Características únicas

Segundo o catálogo ilustrado Moedas com Erros, as moedas de R$ 0,05 que se valorizaram no país apresentam o seguinte erro: reverso horizontal 90º. Para conferir se o item que você possui tem esse erro, basta girá-la na vertical, ou seja, de cima para baixo ou de baixo para cima. Se, ao girá-la, o reverso ficar de lado, para o lado direito ou o esquerdo, significa que ele está na horizontal, algo que não deveria acontecer. A falha foi identificada em diversos modelos, de 1998 a 2004, e os itens apresentam valores que variam de R$ 60 a R$ 80. Caso a pessoa encontre peças com falhas de todos esses anos, poderá ganhar R$ 700.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.