Beneficiários do Bolsa Família recebem benefício ampliado em maio

Devido às condições adversas, certos Estados estão incrementando o benefício do programa social

Com o mês de maio entrando em sua reta final, a Caixa Econômica Federal (CEF) deu início aos repasses que competem ao Bolsa Família. A quinta distribuição do ano vem sendo marcada por uma série de alterações significativas no programa de transferência de renda, no intuito de aumentar o suporte aos cidadãos brasileiros que se encontram em situação de vulnerabilidade social e econômica.

No dia 17 de maio, a prioridade foi dada aos segurados que possuem o Número de Inscrição Social (NIS) terminado em 1. Contudo, devido à situação enfrentada pelo Rio Grande do Sul (RS), o pagamento foi unificado para os beneficiários da região. Em outras palavras, os gaúchos que fazem parte do Bolsa Família, independentemente do NIS, receberam os recursos logo no primeiro dia.

A medida contemplou mais de 620 mil pessoas e incluiu, também, moradores de 79 cidades em situações críticas em seis Estados diferentes. Sendo assim, além dos municípios do RS, as regiões do Amazonas, Espírito Santo, Maranhão, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima foram contempladas com pagamentos unificados devido a condições emergenciais.

Repasses adicionais

Vale lembrar que o valor mínimo concedido pelo programa social é de R$ 600. No entanto, devido aos recursos extras, o montante médio aumentou para R$ 682,32. Entre os benefícios adicionais estão:

  • 1. Benefício Primeira Infância (BPI): concede R$ 150 para até duas crianças que tenham de zero a seis anos;
  • 2. Benefício Variável Familiar (BVF): adicional de R$ 50 para cada gestante ou criança e adolescente na faixa etária entre sete e 18 anos incompletos;
  • 3. Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): extra de R$ 50 para cada integrante com até seis meses de idade.

Atualização cadastral

Desde junho de 2023, com a implementação da integração do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), a revisão dos cadastros tornou-se fundamental. Neste mês de maio, aproximadamente 250 mil beneficiários foram excluídos do Bolsa Família para manutenção da integridade e justiça do programa, sendo que outras 170 mil famílias foram adicionadas após uma minuciosa política de busca ativa, reforçando o compromisso do Governo Federal com as camadas mais carentes da população brasileira.

Repasse do Bolsa Família em maio

Assim como aconteceu nos últimos meses, a distribuição das pensões segue um cronograma estabelecido de acordo com o último dígito do NIS de cada titular. O método tem como objetivo evitar grandes aglomerações nas agências da CEF, visto que mais de 20 milhões de pessoas são contempladas pelo Bolsa Família. Dito isso, abaixo, confira as datas:

  • Beneficiários com NIS finalizado em 1: pagamento no dia 17 de maio (pago);
  • Beneficiários com NIS finalizado em 2: pagamento no dia 20 de maio (pago);
  • Beneficiários com NIS finalizado em 3: pagamento no dia 21 de maio (pago);
  • Beneficiários com NIS finalizado em 4: pagamento no dia 22 de maio (pago);
  • Beneficiários com NIS finalizado em 5: pagamento no dia 23 de maio;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 6: pagamento no dia 24 de maio;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 7: pagamento no dia 27 de maio;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 8: pagamento no dia 28 de maio;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 9: pagamento no dia 29 de maio;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 0: pagamento no dia 31 de maio.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.