INSS pode bloquear sua aposentadoria se não fizer este procedimento

Inúmeros motivos acarretam na suspensão do benefício; saiba como evitar o bloqueio

Aposentar-se com tranquilidade e segurança certamente é o sonho de todos os trabalhadores brasileiros. Contudo, para garantir o recebimento da aposentadoria do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), é de suma importância estar atento às regras e cumprir os requisitos exigidos. Isso porque o bloqueio do benefício pode ocorrer por diversos motivos, gerando transtornos e incertezas para o beneficiário.

Nesta matéria, vamos explorar os principais pontos que podem levar ao bloqueio da aposentadoria do INSS e apresentar dicas para evitar essa situação, garantindo o recebimento do seu benefício. Portanto, siga a leitura até o fim e evite problemas com a Previdência Social.

Evitando o bloqueio do benefício

Com tudo isso em mente, abaixo, confira os motivos que podem acarretar no bloqueio do INSS e como evitá-los:

  • 1. Dados incorretos ou desatualizados: certifique-se de que seus dados pessoais estejam corretos e atualizados no cadastro do INSS;
  • 2. Falta de documentos comprobatórios: reúna e envie toda a documentação necessária para comprovar seus vínculos e contribuições ao INSS;
  • 3. Tempo mínimo de contribuição: verifique o tempo mínimo de contribuição exigido para a categoria de aposentadoria desejada;
  • 4. Idade mínima: a idade mínima para se aposentar varia de acordo com o gênero, tipo de aposentadoria e tempo de contribuição;
  • 5. Condições especiais: em certos casos, como aposentadoria por invalidez ou especial, existem requisitos específicos que precisam ser cumpridos;
  • 6. Biometria facial: utilize o aplicativo Meu INSS (disponível para Android e iOS) para realizar a prova de vida biométrica a partir dos 70 anos;
  • 7. Dívidas com o INSS: quite eventuais dívidas com o INSS, como empréstimos consignados ou parcelas atrasadas;
  • 8. Penhoras: regularize pendências judiciais que possam levar à penhora do benefício;
  • 9. Comprovantes falsos: evite apresentar documentos falsos ou adulterados para comprovar seus vínculos e contribuições ao INSS;
  • 10. Informações inverídicas: seja honesto e forneça informações verdadeiras ao INSS.

Dicas para evitar problemas

Por último, mas não menos importante, confira algumas dicas importantes:

  • 1. Mantenha seu cadastro do INSS atualizado: verifique seus dados regularmente e faça as alterações sempre que for necessário;
  • 2. Guarde seus documentos comprobatórios: organize e armazene seus comprovantes de tempo de serviço e contribuições ao INSS em local seguro e de fácil acesso;
  • 3. Planeje sua aposentadoria com antecedência: consulte um profissional especializado para avaliar seus requisitos e possibilidades de aposentadoria;
  • 4. Fique atento às comunicações do INSS: leia com atenção as cartas e notificações enviadas pela autarquia previdenciária e siga as instruções corretamente;
  • 5. Em caso de dúvidas, procure o INSS: utilize os canais de atendimento do INSS para esclarecer dúvidas e obter informações sobre seus direitos e obrigações.

Prova de vida do INSS: como realizá-la de maneira online?

Para facilitar o processo e garantir maior segurança, o INSS introduziu diversas alternativas automatizadas e manuais que permitem aos beneficiários realizar a prova de vida de maneira mais conveniente. As opções incluem:

  • 1. Acesso ao aplicativo Meu INSS;
  • 2. Uso de biometria nos terminais bancários;
  • 3. Validação biométrica ao contratar empréstimos consignados;
  • 4. Perícias médicas de forma remota;
  • 5. Atualização de cadastros em órgãos públicos.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.