Novos CONVOCADOS do CadÚnico para ganharem saque extraordinário

O governo brasileiro tem oferecido uma série de recursos para os mais vulneráveis

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) é de suma importância para que as famílias em situação de vulnerabilidade consigam acessar uma série de iniciativas assistenciais. Inclusive, nesta semana, aqueles que já fazem parte do banco de dados governamental poderão realizar saques adicionais conforme convocação.

Pensando nisso, nesta matéria, você descobre como se beneficiar dos programas sociais e quais são os passos para ingressar no CadÚnico. Portanto, aproveite a oportunidade para melhorar sua qualidade de vida e comece a receber os recursos ainda hoje.

Funcionamento do CadÚnico

Resumidamente, trata-se de um sistema de registro que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda em terras brasileiras, permitindo que o Governo Federal as inclua em políticas sociais de forma direcionada. No entanto, é preciso atender certos critérios. Neste caso, é preciso que o núcleo familiar possua renda mensal equivalente a metade do piso nacional ou renda total de até três salários mínimos.

Para se inscrever no CadÚnico, é preciso se dirigir até uma unidade do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS). Por lá, devem ser apresentados documentos que comprovem a identidade e a situação econômica de todos os que residem na mesma casa. Abaixo, veja qual é a documentação exigida para o registro:

  • 1. CPF ou título de eleitor do responsável pela família beneficiária;
  • 2. Documentos de identificação de todos os membros da família (RG, certidão de nascimento ou casamento);
  • 3. Comprovante de residência atualizado;
  • 4. Se houver, comprovante de renda dos membros da família.

Uma vez inscrito no CadÚnico, o responsável familiar deve manter os dados e os de seus dependentes atualizados. Do contrário, o governo brasileiro pode suspender os pagamentos, pois fica entendido que aquele núcleo familiar não está mais ativo.

Programas do CadÚnico

Como o próprio nome indica, o CadÚnico concede acesso a uma série de programas assistenciais, que podem ajudar os beneficiários em diferentes áreas da vida. Entre esses benefícios estão:

  • 1. Bolsa Família;
  • 2. Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • 3. Auxílio-Inclusão;
  • 4. Programa habitacional do Minha Casa, Minha Vida;
  • 5. Auxílio Gás
  • 6. Tarifa Social de Energia Elétrica e água (TSEE);
  • 7. Contribuição facultativa de baixa renda ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) — direitos como aposentadoria por idade, auxílio-acidente, auxílio-doença, pensão por morte, auxílio-reclusão, salário-maternidade e salário-família);
  • 8. Criança Feliz;
  • 9. Carteira do Idoso;
  • 10. ID Jovem (meia-entrada em eventos culturais e esportivos para jovens de baixa renda);
  • 11. Programas Cisternas;
  • 12. Isenção na taxa de inscrição em concursos públicos e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem);
  • 13. Reserva de vagas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu);
  • 14. Telefone Popular;
  • 15. Financiamento para compra de imóvel por famílias rurais.

Objetivo geral

Os benefícios mencionados acima são cruciais para melhorar a qualidade de vida das famílias mais carentes, permitindo que elas alcancem a independência financeira por meio de auxílios em todas as áreas fundamentais, como alimentação, saúde, educação e moradia. Sendo assim, caso se enquadre nos critérios, dirija-se até o CRAS e garanta seu direito aos benefícios oferecidos pelo CadÚnico.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.