Bolsa Família emite novo comunicado para NIS 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 0

O programa Bolsa Família, instrumento fundamental de suporte econômico às famílias de baixa renda no Brasil, anuncia importantes novidades para o mês de maio de 2024. Com ajustes que ampliam os benefícios e reorganizam o calendário de pagamentos, o programa busca proporcionar um auxílio mais efetivo para os inscritos.

Este mês, além do valor base de R$ 600, beneficiários com crianças até seis anos receberão um acréscimo de R$ 150 por criança. Para famílias com jovens de sete até 18 anos incompletos e para gestantes, será concedido um valor adicional de R$ 50 por pessoa. Essas mudanças asseguram que a renda mínima de cada família beneficiada não será inferior a R$ 600.

Os reajustes nos pagamentos são projetados para melhor atender as demandas das famílias que dependem desse suporte. Com os incrementos, se espera que as necessidades básicas de um número maior de pessoas sejam suficientemente cobertas, contribuindo assim para a redução da vulnerabilidade social.

A decisão de incrementar os valores visa também a promover maior equidade, dando suporte ampliado particularmente para famílias com crianças e gestantes, reforçando o compromisso do governo com a proteção à infância e a maternidade.

Datas de pagamento do Bolsa Família

O calendário de pagamento foi estrategicamente modificado para permitir uma distribuição mais organizada, visando diminuir as longas filas nos locais de saque. O cronograma de pagamento segue o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário, facilitando a organização e o acesso ao benefício. Confira os repasses de maio:

  • 17 de maio – NIS final 1
  • 20 de maio – NIS final 2
  • 21 de maio – NIS final 3
  • 22 de maio – NIS final 4
  • 23 de maio – NIS final 5
  • 24 de maio – NIS final 6
  • 27 de maio – NIS final 7
  • 28 de maio – NIS final 8
  • 29 de maio – NIS final 9
  • 31 de maio – NIS final 0

A movimentação dos valores pode ser feita através do aplicativo Caixa Tem, disponível para Android e iOS.

Como o Bolsa Família promove inclusão social

O Bolsa Família é muito mais que um programa de transferência de renda, é uma ferramenta de inclusão social que permite que famílias em situações de extremo risco possam aspirar a uma vida melhor. Com este apoio financeiro, muitos brasileiros conseguiram superar a linha da pobreza, proporcionando melhores condições de vida para seus filhos e criando um ciclo virtuoso de educação e saúde melhoradas.

É importante lembrar as obrigações das famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família. Elas devem cumprir condições nas áreas de saúde e educação, tais como: 

  • Frequência escolar para crianças e adolescentes de 4 a 17 anos; 
  • Acompanhamento pré-natal para gestantes; 
  • Monitoramento nutricional (peso e altura) de crianças de até sete anos; 
  • Adesão ao calendário nacional de vacinação.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.