Estas são as famílias que tiveram o Bolsa Família CANCELADO

Veja se você está na lista de cidadãos que não vão receber os recursos do programa governamental

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), pasta responsável pelo Bolsa Família, anunciou a lista contendo os beneficiários que perderam o acesso aos recursos concedidos pelo programa de transferência de renda.

Sendo assim, aqueles que dependem do auxílio devem verificar se o seu cadastro foi afetado e, se for preciso, buscar o desbloqueio do benefício o quanto antes. Para isso, o interessado deve se dirigir até um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e atualizar o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Banco de dados fundamental

O CRAS é um dos principais canais pelos quais as famílias inscritas no Bolsa Família e em outros programas sociais podem verificar se perderam o acesso aos recursos ligados ao CadÚnico. Além dele, é possível verificar a situação do auxílio de forma totalmente online, proporcionando mais comodidade aos contemplados.

O que resulta na suspensão do Bolsa Família?

Antes de tudo, é de suma importância ter em mente quem está sujeito a perder o acesso ao benefício assistencial. Neste sentido, compreender as normas que regem o repasse é fundamental, visto que o não cumprimento dos critérios de elegibilidade pode resultar no bloqueio e até mesmo no corte total do auxílio. Dito isso, a seguir, confira as situações que podem acarretar na suspensão ou exclusão do Bolsa Família:

  • 1. Dados desatualizados no CadÚnico por mais de dois anos;
  • 2. Alterações nos dados sem atualização no CadÚnico;
  • 3. Redução da frequência escolar das crianças e jovens abaixo de 85%;
  • 4. Falta de acompanhamento nutricional semestral para crianças menores de sete anos;
  • 5. Ausência de acompanhamento pré-natal para gestantes;
  • 6. Atraso na caderneta de vacinação de crianças, gestantes e mulheres.
  • 7. Embora o aumento do limite de renda para até meio salário mínimo por pessoa não seja mais um critério para o cancelamento do programa, há um corte de 50% no valor do benefício, conhecido como Regra de Proteção.

Passo a passo de como consultar a sua situação no Bolsa Família

Para averiguar se você deixou de receber o benefício do programa neste mês de maio, existem alguns canais disponíveis, entre eles:

  • 1. Atendimento presencial no CRAS para consulta aos benefícios em seu nome;
  • 2. Utilização do aplicativo Meu CadÚnico (disponível para Android e iOS);
  • 3. Acesso ao aplicativo Bolsa Família (disponível para Android e iOS);
  • 4. Procedimentos em Caso de Bloqueio do Benefício
  • 5. Caso seu auxílio tenha sido bloqueado, você tem até 30 dias para reaver o benefício, mediante comprovação de que ainda tem direito a ele. Basta comparecer ao CRAS e solicitar o desbloqueio, garantindo assim a continuidade do recebimento do Bolsa Família.

Como podemos observar, manter seus dados atualizados no CadÚnico e seguir as orientações do CRAS são passos cruciais para evitar cortes e garantir a estabilidade financeira proporcionada pelo Bolsa Família. Logo, qualquer irregularidade deve ser resolvida o quanto antes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.