Idosos de 60, 61, 62, 63 anos e mais vão receber R$ 2,1 mil

Veja o cronograma divulgado pelo Governo Federal

Desde de abril, milhares de idosos em todo o Brasil estão recebendo uma série de pagamentos que ajudarão a complementar a renda de quem mais precisa. Com os repasses do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), diversos aposentados e pensionistas receberam montantes que ultrapassam os valores do salário mínimo, que atualmente é de R$ 1.412.

Os depósitos estão sendo liberados por meio de uma das parcelas do 13º salário do INSS. Realizada mensalmente, a liberação de recursos foi iniciada pelo Governo Federal para os aposentados e pensionistas que recebem acima do piso nacional.

O depósito dos benefícios nas contas bancárias vem sendo efetuado em conjunto com a pensão mensal. Como o repasse foi dividido em duas parcelas, os aposentados e pensionistas da autarquia previdenciária receberam, inicialmente, apenas metade do 13º salário. Todavia, cabe ressaltar que o restante do montante vem sendo pago neste mês de maio para quem ganha menos de um salário mínimo. Já para quem recebe acima do piso, a segunda prestação só começará a ser liberada no mês de junho.

Cronograma de pagamentos do 13º salário do INSS

1ª parcela

Para quem ganha até um salário mínimo

  • Beneficiários com o NIS terminado em 1: depósito no dia 24 de abril;
  • Beneficiários com o NIS terminado em 2: depósito no dia 25 de abril;
  • Beneficiários com o NIS terminado em 3: depósito no dia 26 de abril;
  • Beneficiários com o NIS terminado em 4: depósito no dia 29 de abril;
  • Beneficiários com o NIS terminado em 5: depósito no dia 30 de abril;
  • Beneficiários com o NIS terminado em 6: depósito no dia 2 de maio;
  • Beneficiários com o NIS terminado em 6: depósito no dia 3 de maio;
  • Beneficiários com o NIS terminado em 6: depósito no dia 6 de maio;
  • Beneficiários com o NIS terminado em 6: depósito no dia 7 de maio;
  • Beneficiários com o NIS terminado em 6: depósito no dia 8 de maio.

Para quem recebe acima do piso nacional

  • Beneficiários com NIS terminado em 1 ou 6: depósito no dia 2 de maio;
  • Beneficiários com NIS terminado em 2 ou 7: depósito no dia 3 de maio;
  • Beneficiários com NIS terminado em 3 ou 8: depósito no dia 6 de maio;
  • Beneficiários com NIS terminado em 4 ou 9: depósito no dia 7 de maio;
  • Beneficiários com NIS terminado em 5 ou 0: depósito no dia 8 de maio.

2ª parcela

Para quem recebe até um salário mínimo

  • Beneficiários com NIS terminado em 1: depósito no dia 24 de maio;
  • Beneficiários com NIS terminado em 2: depósito no dia 27 de maio;
  • Beneficiários com NIS terminado em 3: depósito no dia 28 de maio;
  • Beneficiários com NIS terminado em 4: depósito no dia 29 de maio;
  • Beneficiários com NIS terminado em 5: depósito no dia 31 de maio;
  • Beneficiários com NIS terminado em 6: depósito no dia 3 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 7: depósito no dia 4 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 8: depósito no dia 5 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 9: depósito no dia 6 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 0: depósito no dia 7 de junho.

Para quem recebe acima do piso nacional

  • Beneficiários com NIS terminado em 1 ou 6: depósito no dia 3 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 2 ou 7: depósito no dia 4 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 3 ou 8: depósito no dia 5 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 4 ou 9: depósito no dia 6 de junho;
  • Beneficiários com NIS terminado em 5 ou 0: depósito no dia 7 de junho.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.