Entenda AGORA como funciona a aposentadoria antes do 60 anos

Com as mudanças, é possível se aposentar precocemente

Como bem sabemos, a aposentadoria é o sonho de milhares de brasileiros que trabalham e contribuem com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Inclusive, com as recentes aprovações da gestão encabeçada Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ficou ainda mais fácil se aposentar antes dos 65 anos.

No entanto, o benefício só será válido para os trabalhadores que podem receber  aposentadoria especial, ou seja, brasileiros que exercem profissões em condição de risco e/ou insalubre, em ambientes com substâncias tóxicas, ruídos elevados ou temperaturas extremas. Agora, com a redução aprovada, a idade mínima passa de 55 a 60 anos para 40, 45 e 48 anos com os respectivos tempos de contribuição de 15, 20 e 25 anos, dependendo do grau de exposição.

Para aqueles que já estavam no mercado de trabalho, existe a possibilidade de uma transição de pontuação mínima. Neste caso, o INSS não exige idade mínima, mas sim a soma da idade com o tempo de contribuição. Em outras palavras, a idade é crucial para alcançar a pontuação necessária. Veja como funciona:

Mulheres

  • 1. Tempo de contribuição: 30 anos de contribuição;
  • 2. Idade: não exige idade mínima;
  • 3. Pontuação: 91 pontos em 2024.

Homens

  • 1. Tempo de contribuição: 35 anos de contribuição;
  • 2. Idade: não exige idade mínima;
  • 3. Pontuação: 101 pontos em 2024.

Mudanças na aposentadoria especial

Os trabalhadores que entraram no mercado de trabalho após a Reforma da Previdência de 2019 podiam solicitar a aposentadoria especial a partir dos 55 anos, caso apresentassem um tempo de contribuição de 15, 20 ou 25 anos. Com a redução da idade mínima para desfrutar do benefício, os colaboradores já podem dar entrada na aposentadoria a partir dos 40 anos. A solicitação pode e deve ser feita por meio do site ou aplicativo Meu INSS (disponível para Android e iOS).

Documentação necessária para entrar com o pedido de aposentadoria especial:

  • 1. Carteira de Identidade (RG);
  • 2. CPF;
  • 3. Comprovante de residência;
  • 4. Carteira de trabalho.

Passo a passo de como solicitar o benefício

  • 1. Primeiro, acesse o site ou o app Meu INSS;
  • 2. Faça o login com os dados do Gov.br;
  • 3. Agora, na página inicial, clique na opção “Novo requerimento”;
  • 4. Feito isso, digite “Aposentadoria”;
  • 5. Confira se você cumpre todos os requisitos mencionados na tela;
  • 6. Preencha as informações exigidas e anexe os documentos solicitados;
  • 7. Envie o pedido e aguarde a resposta do INSS.

Trabalhadores elegíveis

A aposentadoria está disponível apenas para trabalhadores expostos a condições de trabalho de risco ou insalubre. Ou seja, funcionários que exercem tarefas envolvendo a presença de substâncias perigosas especificadas pelo Governo Federal. Vale ressaltar que a medida só é válida para aqueles que entraram no mercado de trabalho após a reforma previdenciária de 2019. Dito isso confira, algumas profissões que concedem o benefício:

  • 1. Que faz exploração mineral em locais subterrâneos;
  • 2. Ocupações que impliquem contato com asbestos ou fibras de amianto;
  • 3. Tarefas expostas ao sistema elétrica de alta voltagem;
  • 4. Serviços de vigilância que necessitem uso de armamento.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.