Comunicado geral do Banco Central para quem tem cartão de crédito

Veja o que foi ditado pela autarquia monetária brasileira

Para quem não sabe, o Banco Central (BC) é a autarquia responsável por desenvolver e proteger a política monetária do Brasil, visando a segurança da economia. Inclusive, recentemente, a entidade emitiu um comunicado geral que traz uma série de boas notícias para quem utiliza o cartão de crédito.

Todo mundo que tem cartão de crédito precisa saber e ficar atento ao comunicado oficial do BC, visto que que havia sido proposto um novo cronograma de estudos sobre o rotativo. Nas próximas linhas, confira todos os detalhes sobre esse tema que chegou como um grande presente aos brasileiros que gostam de uma compra a prazo.

Mudanças no rotativo do cartão de crédito

Graças ao Conselho Monetário Nacional (CMN), no fim do ano passado, foi aprovada uma nova regulamentação sobre os juros. De acordo com informações divulgadas pelo portal ‘Exame’, a regra aprovada pelo colegiado determina que juros e encargos cobrados não poderão ultrapassar o valor original da dívida. Vale mencionar que a norma está em vigência desde o dia 2 de janeiro de 2024.

Para facilitar o entendimento, vamos a um exemplo: se um cidadão deve R$ 1 mil rotativo, os juros e encargos cobrados se limitam a R$ 1 mil, não podendo de forma alguma ultrapassar o valor da dívida inicial. Com o débito ficando em R$ 2 mil. Com isso, apenas o Imposto sobre Operação Financeira (IOF), não será considerado nesta regra.

Essa regra que limita os encargos foi estabelecida pela Lei Federal n° 14.690/23, determinando que é imprescindível que as taxas superem o valor inicial da dívida. Segundo dados divulgados pelo BC, no ano passado, os juros médios anuais do rotativo de cartões de crédito chegaram a 431,6%.

Além disso, na época, foi colocado em pauta pelo presidente do BC, Roberto Campos Neto, que as compras em até 12 vezes no cartão de crédito não sofressem juros. Com exceção das grandes instituições financeiras, os demais se posicionam contra limitar o parcelamento sem juros. Portanto, ainda não se tem mais informações sobre esse assunto, mas espera-se que ele vire pauta novamente ainda este ano.

Dicas para pagar as contas com o cartão de crédito

Além de ser usado na compra de produtos e serviços, o cartão de crédito, um dos meios de pagamento mais usados no país, também oferece a opção de pagamento de boletos. A depender do cartão, diversas contas podem ser liquidadas — inclusive parceladas — por meio dessa funcionalidade, como água, luz, gás, telefone e outros documentos que possuam código de barras.

No entanto, a facilidade pode ser perigosa se você não souber como usá-la com cautela. Colocar as contas no crédito deve ser algo bem avaliado e feito com cuidado para não acabar comprometendo as suas finanças. Abaixo, veja cinco dicas para desfrutar ao máximo dessa funcionalidade:

  • 1. Organize todas as conta que podem ser pagas no cartão de crédito;
  • 2. Se possível, use a funcionalidade em situações pontuais;
  • 3. Atente-se as taxas de juros cobradas;
  • 4. Sempre pague a vista;
  • 5. Programa-se para o total da fatura depois.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.