12 municípios do Rio Grande do Sul tem direito a saque de R$ 6.220

A medida tem como objetivo ajudar os trabalhadores neste momento de crise

No último sábado (11), a Caixa Econômica Federal (CEF) anunciou a liberação do saque calamidade do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para mais 12 cidades atingidas pelas fortes chuvas no Rio Grande do Sul (RS). O valor máximo que pode ser sacado é de R$ 6.220 por conta vinculada, limitado ao saldo existente.

Municípios cujo saque calamidade do FGTS foi liberado:

  • 1. Bom Retiro do Sul;
  • 2. Esteio;
  • 3. Guaíba;
  • 4. Jaguari;
  • 5. Nova Palma;
  • 6. Nova Santa Rita;
  • 7. Portão;
  • 8. Rolante;
  • 9. São Sebastião do Caí;
  • 10. Sobradinho;
  • 11. Taquara;
  • 12. Triunfo.

Vale destacar que na última sexta-feira (10), a CEF já havia disponibilizado o montante para trabalhadores de outras 10 cidades, sendo elas: Agudo, Anta Gorda, Candelária, Encantado, Farroupilha, Feliz, Porto Alegre, Porto Xavier, Santa Tereza e São Marcos.

Além disso, o banco estatal afirmou que está dispensando o intervalo mínimo de 12 meses para o novo saque calamidade do FGTS para trabalhadores dos municípios devastados pelas enchentes de maio, mas que já havia sido atingido em outro momento no ano passado.

Outras cidades também poderão ser contempladas pelo benefício, mediante comprovação de calamidade e envio de documentos necessários à Caixa Econômica, além de aprovação do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional. A instituição financeira afirma que está prestando suporte aos municípios afetados para agilizar o processo de habilitação.

Solicitando o saque calamidade do FGTS

A solicitação do recurso para as cidades aptas pode ser feita pelo aplicativo do FGTS (disponível para Android e iOS), abolindo a necessidade de ter que se dirigir até uma agência da CEF. Ao registrar o pedido, é possível indicar uma conta da CEF, inclusive a Poupança Digital Caixa Tem, ou outra instituição financeira para receber os valores, sem nenhum custo. Abaixo, confira o passo a passo:

  • 1. Ao acessar o app FGTS, clique na opção “Meus Saques”;
  • 2. Escolha a opção “Outras Situações de Saques”;
  • 3. Selecione o motivo do saque como “Calamidade Pública”;
  • 4. Selecione a cidade e clique em​ “Continuar”;
  • 5. Escolha uma das opções para receber seu FGTS​: crédito em conta bancária de qualquer instituição ou sacar presencialmente;
  • 6. Faça upload dos documentos requeridos;
  • 7. Confira os documentos anexados e confirme;
  • 8. A Caixa irá analisar sua solicitação e caso esteja tudo certo, o valor será creditado em sua conta.

Documentação obrigatória

De acordo com a Caixa Econômica, os documentos necessários para solicitar o montante do FGTS são:

  • 1. Carteira de Identidade: também são aceitos carteira de habilitação (CNH) e passaporte, sendo necessário o envio frente e verso do documento;
  • 2. Selfie (foto de rosto): com o mesmo documento de identificação aparecendo na foto;
  • 3. Comprovante de residência em nome do trabalhador: conta de luz, água, telefone, gás, fatura de internet e/ou TV, fatura de cartão de crédito, entre outros, emitido até 120 dias antes da decretação de calamidade;
  • 4. Certidão de Casamento ou Escritura Pública de União Estável: caso o comprovante de residência esteja em nome de cônjuge ou companheiro(a).
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.