Se você trabalha há 5 anos ou mais pode ter direito a saque de R$ 1.412

O montante pode ser retirado até o dia 27 de dezembro deste ano

Apesar de muitos brasileiros não terem conhecimento sobre o programa, é possível sacar até R$ 1.412 neste ano caso sejam cumpridas algumas regras trabalhistas. Pode não parecer uma quantia exorbitante, mas esse montante faz toda a diferença nas contas do final do mês, principalmente se o trabalhador estiver endividado ou precisando de uma grana extra.

Até o momento, o depósito foi feito diretamente na conta de quatro grupos diferentes de trabalhadores. Estamos falando do abono salarial PIS/Pasep, cujo valor máximo é de um salário mínimo (R$ 1.412, em 2024). Os repassses são destinados àqueles que atuaram formalmente no ano-base 2022.

Critérios de elegibilidade para receber o PIS/Pasep

Para garantir o acesso ao abono salarial, o trabalhador deve atender aos seguintes requisitos:

  • 1. Ter trabalhado de formalmente por, pelo menos, 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base de apuração (2022);
  • 2. Ter cadastro no PIS/Pasep há, no mínimo, cinco anos;
  • 3. Ter trabalhado para empregadores que contribuem para o PIS/Pasep;
  • 4. Ter recebido durante o período de trabalho até dois salários mínimos mensais, considerando o valor em vigor no ano-base;
  • 5. Estar com os dados corretamente informados pelo empregador (pessoa jurídica ou governo) na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ou eSocial.

Quem não vai receber?

Por outro lado, ficam de fora do abono salarial:

  • 1. Trabalhadores rurais empregados por pessoa física;
  • 2. Empregados domésticos;
  • 3. Trabalhadores urbanos empregados por pessoa física.

Passo a passo de como consultar o benefício

Com a digitalização de diversos serviços do Governo Federal, consultar o PIS/Pasep 2024 se tornou uma tarefa bem simples. Além das datas de pagamento do benefício, o trabalhador pode verificar o valor disponível. Para o acesso, basta baixar no celular o aplicativo Carteira de Trabalho Digital (disponível para Android e iOS) ou acessar o portal Gov.br. Os aplicativos Caixa Trabalhador e Banco do Brasil Pasep (ambos disponíveis para Android e iOS) também trazem detalhes a respeito do abono salarial.

Cronograma de repasses

Como mencionado há pouco, foram realizados quatro depósitos do benefício para os trabalhadores. O próximo acontecerá no dia 15 de maio. Abaixo, veja o calendário completo:

  • Trabalhadores nascidos em janeiro: a partir do dia 15 de fevereiro;
  • Trabalhadores nascidos em fevereiro: a partir do dia 15 de março;
  • Trabalhadores nascidos em março: a partir do dia 15 de abril;
  • Trabalhadores nascidos em abril: a partir do dia 15 de abril;
  • Trabalhadores nascidos em maio: a partir do dia 15 de maio;
  • Trabalhadores nascidos em junho: a partir do dia 15 de maio;
  • Trabalhadores nascidos em julho: a partir do dia 17 de junho;
  • Trabalhadores nascidos em agosto: a partir do dia 17 de junho;
  • Trabalhadores nascidos em setembro: a partir do dia 15 de julho;
  • Trabalhadores nascidos em outubro: a partir do dia 15 de julho;
  • Trabalhadores nascidos em novembro: a partir do dia 15 de agosto;
  • Trabalhadores nascidos em dezembro: a partir do dia 15 de agosto.

Valores concedidos

O valor do benefício varia de trabalhador para trabalhador, conforme os meses trabalhados em 2022. Veja abaixo:

  • 1 mês trabalhado recebe R$ 117,67;
  • 2 meses trabalhados recebe R$ 235,33;
  • 3 meses trabalhados recebe R$ 353,00;
  • 4 meses trabalhados recebe R$ 470,67;
  • 5 meses trabalhados recebe R$ 588,33;
  • 6 meses trabalhados recebe R$ 706,00;
  • 7 meses trabalhados recebe R$ 823,67;
  • 8 meses trabalhados recebe R$ 941,33;
  • 9 meses trabalhados recebe R$ 1.059,00;
  • 10 meses trabalhados recebe R$ 1.176,67;
  • 11meses trabalhados recebe R$ 1.294,33;
  • 12 meses trabalhados recebe R$ 1.412,00.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.