Serasa convoca todos consumidores com dívidas há mais de 5 anos

A medida visa diminuir os casos de inadimplência no país

Geralmente, o mundo financeiro gera uma série de dúvidas na cabeça dos cidadãos, especialmente dos negativados, que são os devedores com dívida aberta a mais de cinco anos. De antemão, vale destacar que, mesmo após esse tempo, a pendência ainda pode ser cobrada.

Ao contrário do que muita gente acredita, uma dívida não desaparece após cinco anos. Ou seja, ela ainda poderá ser cobrada mesmo depois do período. Portanto, é importante evitar a inadimplência e, caso ela ocorra, resolver a situação o quanto antes por meio de um acordo com o órgão credor.

Após cinco anos a dívida “caduca”?

A primeira coisa que é preciso ter em mente é que a pendência não desaparece quando “caduca”. Ela ainda existe, pois representa uma parte da relação entre credor e consumidor que não foi cumprida. Para facilitar o entendimento, vamos a um exemplo: uma pessoa contrata um empréstimo com o banco firma uma relação, com a instituição financeira sendo a responsável por ceder o dinheiro e o requerente encarregado de pagá-lo com juros, conforme previsto no contrato.

Portanto, existe o dever de pagar a dívida. Se uma das parcelas não for paga, o tomador desse empréstimo fica inadimplente em relação ao empréstimo. Neste caso, até que o pagamento seja feito, o papel do consumidor dentro dessa relação com o banco não foi cumprido integralmente. Em suma, uma pendência com mais de cinco anos não quitada continua existindo.

É possível protestar uma dívida existente há mais de cinco anos?

Não existe prazo para protestar um título. Segundo o art. 9º da Lei de Protesto (Lei 9.492 de 1997), não cabe ao cartório investigar a ocorrência de prescrição ou caducidade da dívida. No entanto, cabe ao representante avaliar o risco de protestar um título ou documento de dívida prescrito. 

Uma vez que a dívida foi protestada, ainda que passado o período de 5 anos, só haverá o levantamento do protesto após o pagamento da mesma. Apesar de que a dívida não possa mais ser cobrada judicialmente e o nome do consumidor seja retirado dos cadastros de proteção ao crédito, o protesto só será cancelado com o pagamento do débito e a carta de anuência do credor autorizando o levantamento do protesto. 

Não deixe para pagar depois

Como podemos observar, não vale a pena deixar a dívida se arrastar por cinco anos. Em vez disso, o melhor a se fazer é tomar uma atitude proativa o quanto antes para quitar a pendência. No Serasa Limpa Nome, por exemplo, você pode consultar a situação da sua dívida gratuitamente e até fechar um acordo com condições especiais. Tudo de forma prática, segura e sem precisar sair de casa.

A plataforma aproxima consumidores e companhias credoras, permitindo fechar acordos para regularizar inadimplências em apenas três minutos. E você ainda pode conseguir quitar sua dívida com um desconto de até 90%. No Serasa Limpa Nome é possível negociar dívidas negativadas e também contas atrasadas (não negativadas), como, por exemplo, o débito prescrito.

E não para por aí: você pode tornar o processo ainda mais prático, efetivando o pagamento do acordo com a Carteira Digital Serasa, que permite pagar e parcelar boletos online. Assim, você regulariza seu nome, elimina as restrições de crédito, evita processos e cobranças informais e também impede que a dívida vire uma bola de neve.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.